quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

As margens do Coji

Nesta foto, podemos apreciar o Firmino (MIKO) a operar com o rádio, provavelmente estava a ligar para "casa" já que, a sua tarefa era a enfermagem. O sítio é seguramente as margens do Coji.
Mais perto de perfil, temos o Malaquias, mais longe o Salvador, o outro companheiro parece-me o Abreu.

O Coji era e deve continuar a ser, um rio barrento, com margens cavadas, caudal forte e muito povoado de peixes, cobras e outra bicharada.
Um dia, um companheiro resolveu pescar, usando uma corda e a servir de anzol, um alfinete de dama. Os peixes eram enormes, óptimos para filetes...com um saco de linhagem, a servir de camaroeiro e os restos da comida, de isco, apanhavam-se lagostins que, depois de cozidos acompanhavam as Cucas e Nocais, tristemente quentes...no entretanto, para matar o tempo, lá íamos jogando à "batalha naval".

Sem comentários:

Enviar um comentário