domingo, 30 de outubro de 2011

Hei-de voltar a Viana




Hei-de voltar a Viana...é a frase escrita por debaixo dos dançarinos, colocados em frente à estação de Viana do Castelo.


Os tempos mudaram, a estação da CP onde continuam a passar comboios, virou Centro Comercial "Estação-Viana".


Foi aqui que começou a viagem do pessoal do BART 3860/CART 3451, com paragens em Nine, Porto, Coimbra, Entroncamento e acabou no cais de Alcântara, junto ao Vera Cruz. A viagem foi triste, durou uma noite inteira, o comboio era desconfortável...



sábado, 29 de outubro de 2011

Um desabafo...

Bancários reformados ganham 14 meses
Afinal, nem todos os reformados vão sofrer cortes no subsídio de Natal e de Férias em 2012 e 2013.


Os portugueses não são todos iguais, uns pagam e não bufam outros são beneficiados pelos políticos...estou indignado.
A democracia no meu país é nojenta, mal intencionada, discriminatória, serve interesses obscuros, dei eu 5 anos da minha juventude em prol de Portugal...um país onde uns são filhos de Deus e outros do diabo.
Não posso deixar de manifestar a minha revolta... os políticos do meu país são trampa... nauseabundos.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Viana do Castelo - Forte de S. Julião da Barra/Hoje




Passei há dias por Viana do Castelo, terra que tão bem recebeu e tratou, o pessoal do BART 3860 em especial a CART 3451.
Como antigamente, fiquei alojado na modernizada Residencial Laranjeira. A cidade cresceu, como sempre bonita, infelizmente, não encontrei FALCÕES mas, lembrei-me deles, do saudoso Matos, do Jovino de Moledo do Minho, do Lima e do vague mestre da Cart 3450, todos bons amigos.
As imagens, são do forte de S. Julião da Barra onde estivemos aquartelados, actualmente adaptado a Escola de Hotelaria.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

A beleza de Angola-Leila Lopes




O pessoal da CART 3451 gosta de apreciar a beleza, aqui fica mais uma pose da Miss Universo 2011...Angola no seu melhor.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Paulo Pombolo-Governador da Provincia do Uíge

Paulo Pombolo

Um relato de transformação e esperança na conversa que O PAÍS manteve com Paulo Pombolo, Governador da Província do Uíge, no seu gabinete.


...O Uíge recebeu aproximadamente 25 mil cidadãos, da maneira inesperada que todos conhecemos. Foram distribuídos por 7 município. A estratégia adoptada foi recebê-los em termos de acomodação das famílias, mas também a sua reintegração social, fundamentalmente.Dos 25 mil, houve quem não ficou na província mas a grande maioria permaneceu aqui. Os que saíram para outras regiões foram à procura de melhores condições em termos profissionais ou de emprego. Os que ficaram estão sob o nosso controlo, através da Direcção provincial da Reinserção Social, que tem estado a apoia-los quer em termos de meios alimentares como também tem estado a ajudar na criação de condições para a sua reintegração.Posso dizer que no levantamento feito no seio desses 25 mil, vieram vários profissionais – desde médicos a professores, carpinteiros, pedreiros, etc. – e que a Direcção da Reinserção Social eoprópriogovernoprovincial procuraram integrar esses cidadãos em vários projectos e programas em curso a nível da nossa província. Aqueles que não têm alguma profissão de realce foram aproveitados para o desenvolvimento da agricultura, porque as administrações municipais prepararam terrenos, prepararam terras, com o apoio das EDAs (Estações de Desenvolvimento Agrícola), e muitos deles hoje têm estado a participar no domínio da agricultura, criando propriedades próprias.Estivemos recentemente no Lucunga (município do Bembe) onde temos quase 15% da população que chegou da RDC, a maior parte está instalada,acomodada, e aqueles que sabiam de alguma profissão e que encontraram essa possibilidade de enquadramento a nível do Lucunga e do Bembe, hoje estão a trabalhar.A direcção provincial da RS criou também algumas oportunidades em termos de emprego através de escolas
A guerra criou-nos dificuldades enormes ao nível da circulação das pessoas e bens; há rios de grande dimen- são cujas pontes foram partidas e hoje não é fácil transitar de um lado para outrosocioprofissionais das várias carreiras existentes como carpintaria, electricidade, corte e costura, culinária....

sábado, 22 de outubro de 2011

O nosso "Ponto de encontro"





Referência arquivos, Os sites mais populares
www.buscarnobrasil.com/diretorio/referencia/.../index-rank.htmlEm cache
Adicionou +1 publicamente. AnularFotos e relatos, das vivências duma Companhia militar, CART 3451, destacada no norte de Angola durante a guerra colonial no período de 1971-1974. ...


Estou contente, o nosso Blogue tem sido um sucesso, de acordo com as dezenas de milhar de acessos. Lamento a fraca participação dos companheiros, embora saiba que veem regularmente ao "Ponto de encontro", o nosso blogue da CART3451.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

No Vera Cruz

No Vera Cruz, a caminho do desconhecido. Nesta altura estava pensativo, já devia saber que o destino era o Lucunga. A revista que circulava no barco, com a reportagem da emboscada na picada Lucunga-Bembe, deixou-me apreensivo...com medo, maldita guerra. Tudo parecia um pesadelo, eu que tudo tinha feito para não ser mobilizado.


domingo, 16 de outubro de 2011

Dia do Exercito



MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL
EXÉRCITO PORTUGUÊS
REPARTIÇÃO DE COMUNICAÇÃO, RELAÇÕES PÚBLICAS E PROTOCOLO/GABINETE DO CEMECOMUNICADO INTERNO N.º 08/2011
COMEMORAÇÕES DO DIA DO EXÉRCITO NA CIDADE DE BRAGANÇA

O Exército celebra o seu dia festivo a 24 de Outubro, pelo que entre os dias 21 a 23 de Outubro irá desenvolver um conjunto de actividades comemorativas centradas na cidade de Bragança.Tendo em consideração a actual conjuntura de contenção orçamental que Portugal atravessa e em particular o Exército Português, considera-se relevante esclarecer o seguinte:
1. Todas as actividades a desenvolver pelo Exército no âmbito das Comemorações do Dia do Exército estão devidamente orçamentadas e respeitam os pressupostos de contenção orçamental impostos;
2. Desde 2009 que o planeamento destas actividades prevêm um figurino semelhante ao adoptado para o Dia das Forças Armadas. Neste sentido, na actual comemoração não irá ocorrer desfile de viaturas, quer motorizadas, quer mecanizadas, o que significa o cancelamento do deslocamento de cerca de 50 viaturas e uma redução de cerca de 500 militares nos efectivos empenhados;
3. Importa ainda referir que no planeamento destas comemorações teve-se em consideração o estipulado no Despacho n.º 221/CEME/2010, de S. Exª o General Chefe de Estado-Maior do Exército de 14 de Dezembro, que determinou diversas medidas de contenção de despesas, tendo em vista a minimização do impacto da insuficiência orçamental no cumprimento da missão do Exército para o ano de 2011;
4. Tendo em vista a criação de sinergias e o aproveitamento de todas as oportunidades para exercitar o planeamento de movimentos operacionais e o emprego de forças, procura-se, consequentemente, realizar um exercício de planeamento operacional e logístico, em contexto de apoio às populações, nomeadamente:
a. A prática de projecção de meios humanos e materiais para um local onde não existe uma estrutura permanente do Exército (capacidade expedicionária). Nesta óptica, optou-se por realizar movimentos administrativos substituindo o movimento de viaturas operacionais tácticas com a correspondente redução de custos;
b.O levantamento de uma área de apoio de serviços e instalação de meios militares que suportem o alojamento e alimentação de pessoal, aceitando, contudo, a disponibilização de instalações na cidade de Bragança (ginásios do Pavilhão Municipal de Bragança e o Agrupamento de Escolas Paulo Quintela), cedidas de forma graciosa pelas entidades envolvidas;
c. A implementação e o desenvolvimento de canais de coordenação com as autoridades locais, designadamente autoridades municipais, de segurança interna e de protecção civil;
d. O treino das capacidades de apoio das unidades militares (Vila Real e Viseu), de modo a minorar os custos administrativos e logísticos dos elementos destacados.
5. Por último, releva-se o facto das comemorações do Dia do Exército na cidade de BRAGANÇA só se tornarem possíveis devido ao substancial apoio prestado por parte das autoridades locais, nomeadamente do Município de Bragança, que numa atitude de manifesto interesse público e significativo espírito de colaboração apoia esta iniciativa, disponibilizando espaços e instalações, sem as quais não seria possível organizar os eventos planeados e anunciados.

Lisboa, 14 de Outubro de 2011
o porta-voz do exércitoJ
JORGE MANUEL GUERREIRO GONÇALVES PEDRO
tenente-Coronel

Repartição de Comunicação, Relações Públicas e Protocolo / GabCEMEEstado-Maior do ExércitoRua Museu de Artilharia1149-065 LISBOA www.exercito.pt info@mail.exercito.pttel 218 84 23 30218 84 24 77fax 218 84 23 10

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

A princesinha do Beka-2 e 3




Mais 2 fotos da princesinha do Beka, é importante que todos acompanhem o seu crescimento.


Força companheiro.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A princesa - 1


O companheiro Beka enviou-nos várias fotos da "princesa", está linda, crescida e muito parecida com o pai...o pessoal da CART 3451 pode ver como o FALCÃO Beka ainda mexe.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

O Miko com outro companheiro

Mais uma foto do Miko, com um companheiro, o nome dele não me ocorre, o tempo não perdoa, lembro-me, era um rapaz vivaço...

Este companheiro nunca compareceu nos encontros anuais, faço votos que esteja bem e que apareça, gostávamos de o rever.

sábado, 1 de outubro de 2011

O Bekas



O nosso companheiro Bekas a ser ameaçado com arma sofisticada ... toca a reunir, temos de o ajudar...