segunda-feira, 31 de maio de 2010

"O Prakistão" do Lucunga

(clicar na foto)
Ao jeito do "Prakistão", república de Coimbra, um conimbricense e outro companheiro, criaram o "Solar do Prákistão" em 1967, este companheiro Jorge Isidoro, apareceu aqui no blogue, espero volte mais vezes, estaria longe de pensar que mais tarde, outro conimbricense viria a habitar o "imóvel", esse conimbricense sou eu, o meu quarto, na foto, está por de cima da minha cabeça, o quarto ao lado, era o do Pereira da Silva.
Nas traseiras viviam o Brás, o Cascais e o Reis Pinto, tínhamos na cozinha e na despensa uma pista de carrinhos enviada pelo MNF, do que essas senhoras se haviam de lembrar. Claro ,também tínhamos uma casa de banho, manhosa mas era o que se podia arranjar.
No telhado, o famoso depósito da água.

domingo, 30 de maio de 2010

Natal de 1972

(clicar na foto)
Na foto da esquerda para a direita, 2º Comandante do Batalhão Pinto Simões, após o 25 de Abril presidente da RTP-Porto, o padre do Batalhão, um comboniano que andava armado nas colunas, seguindo a máxima de quem tem cu, tem medo. O último da esquerda, parece-me ser o Teixeira Lopes, em frente a ele, o último à direita sou eu, Luís Cabral, ao meu lado o Ramos, depois o Guerra e o Antunes.
Em frente, no topo da mesa, está o Cascais, este menino não apareceu ao Encontro 2010, enviámos carta, liguei-lhe para casa, deixei recado mas, não disse nada, nem apareceu.
Em pé, o Brito e outro companheiro cujo nome não me ocorre.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

CART 3452 - Relembrar o convívio

ATENÇÃO, é já depois de amanhã, dia 30, o CONVÍVIO.

ALMOÇO DE CONVÍVIO DA CART. 3452 " OS FALCÕES "

No dia 30 de Maio 2010O local do encontro será em Carnaxide junto ao Cemitério, pelas 11H00 onde prestaremos homenagem ao nosso saudoso Capitão (Coronel) João António Duarte Figueira,depositando uma coroa de flores junto à sua sepultura.Partiremos de seguida para o restaurante D. Nuno na Quinta do Canavial em Alenquer.
Agora atenção ao pessoal do norte.Sairá um autocarro de Guimarães, com paragem em Braga, e no Porto se houver pessoal interessado em viajar de autocarro, para isso devem contactar o Fernandes para a zona do Porto.

Contacto para o almoço.... Mariano Telf. 219160611 e 933878311.
Para o pessoal do Minho... Azevedo Telf. 917116015
Para o pessoal de Braga... Pinto Telf. 966403279 e 253674413
Para o pessoal de Guimarães e Porto... Fernandes Telf. 966205816
Este ano esperamos ter no nosso convívio novos elementos , alguns pelo motivo de terem mudado de residência e só agora ser possível corrigir esse erro,
Para todos os " FALCÕES " aqui fica o nosso convite.

João Celestino

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Mina anti carro nas barbas do Lucunga

(clicar na foto)
Em meados de Fevereiro de 1972, uma coluna vinda da Lêmboa, comandada pelo Ferreira, fez o reabastecimento no Lucunga, 2 horas depois iniciou a viagem inversa. A coluna era constituída por 3 viaturas, na 1ª seguia o Ferreira mais 9 companheiros, o condutor do Unimog era o Machado, o herói da acção. Dez minutos após a saída, enviaram um rádio a pedir ajuda, tinha sido detectada uma mina anti carro.

Conhecendo a movimentação das nossas forças, o IN instalou as minas enquanto o pessoal fazia o reabastecimento para regressar à Lêmboa. O Machado com perspicácia impressionante , detectou a terra remexida, não teve dúvidas, entrou capim dentro, salvando assim, a vida dos 9 companheiros que transportava.

O pessoal disponível na Companhia foi em socorro dos companheiros do 3º GC, eu estava lá, fizemos uma batida na mata próxima, o Barroso mandou umas bazucadas, não detectámos movimentações do IN. O levantamento do engenho esteve a cargo do Bicho, verificou-se então que a mina estava reforçada com outro engenho anti-pessoal.
A foto, mostra uma mina igual, levantada pela 3452, em Mucaba, a diferença está no reforço, enquanto na acção descrita, era uma mina anti pessoal, na foto, parece-me ser uma granada de morteiro.

Mais uma vez a sorte esteve com o pessoal da 3451, o herói da acção foi o Machado, este companheiro vive na Bélgica, foi convidado a estar presente na Encontro 2010 mas, não respondeu, espero que esteja tudo bem com ele.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Primeiro aniversário em Mucaba

O NOSSO PRIMEIRO ANIVERSÁRIO EM MUCABA

No primeiro Aniversário, da nossa chegada a Mucaba, tivemos o privilégio de ter a presença do Comandante do Batalhão, que se fez acompanhar do Conjunto Musical " OS FALCÕES ", o almoço foi servido no Rancho-Geral, à noite tivemos a actuação dos "FALCÕES" para nos dár alegria e divertir com as suas canções.

Na foto :

Na 1ª mesa de costas, Cabo Campos, ? , de frente, Cabo Azevedo, Esteves, Celestino, Gonçalves, ? ,

Na 2ª mesa de frente, Alf. Oliveira, Esposa do CMDT. da Cart., CMDT. do Batalhão, Esposa do Furriel Rodrigues, Furriel Rodrigues, de costas, Filho do CMDT. CART., ? , Comandante da Cart. Capitão Figueira, Filho do 1º Sargento Simões´e 1º Sargento Simões. Peço desculpa ao resto do pessoal, por não me recordar dos nomes, mas já lá vão 36 anos.

João Celestino

domingo, 23 de maio de 2010

Outra foto do ENCONTRO 2010

(clicar na foto)

Recordando os velhos tempos do Lucunga, alguns companheiros aproveitaram para jogar uma "suecada".
O Mangas parece estar a mandar jogar...decerto já tinha alguma "carta na manga", este minhoto de Vila Verde, às vezes passa aqui no blogue.

Espero a colaboração de todos, com fotos, comentários, textos, tudo serve para alimentar o blogue.
É fundamental mantermos a ligação...caso contrário, perdemos-nos. Como todos sabem, a ligação, era uma regra básica na mata.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Ainda...as transmissões

(clicar na foto)

Outra foto do Sousa operando com o rádio. Nesta área das transmissões houve um desenvolvimento impressionante, os rádios que utilizávamos eram enormes, pesados, inadequados à guerra em que estávamos envolvidos.
Quando andávamos na mata e era necessário contactar a Companhia, havia sempre dificuldades, apesar das antenas enormes, o contacto era impossível. Recordo-me da fuga a um incêndio durante a noite, apesar das muitas tentativas, nunca foi escutado na Companhia o nosso pedido de socorro. Tenho bem presente a situação, o cheiro nauseabundo dum elefante em putrefacção, as tentativas desesperadas do Sousa, esgotada a possibilidade de comunicação directa, recorreu ao código Morse mas, nem assim fomos ouvidos.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Sousa nas transmissões


(clicar na foto)

O Sousa fazia parte do grupo das transmissões e era enquadrado no 4º GC.

Na foto podemos apreciar a sua acção no rádio da Companhia, quando havia pessoal em operações o rádio estava sempre ligado, nas outras situações os contactos eram hora a hora.

Quando se pressentia movimentação grande nas transmissões, saídas para grandes operações, havia pessoal a adoecer subitamente, seguindo a máxima de "quem tem cu, tem medo". Assim, estavam sempre os mesmos a alinhar, até que finalmente a coisa acabou.

Coube-me a mim fazer a última operação da Companhia, a última saída às fazendas, no dia do acidente que vitimou o Esteves, era também responsável pela cantina, nada me valeu apesar de ser o miliciano mais antigo. No Lucunga, a antiguidade não era um posto, contrariando as regras militares...mas, nós éramos militares por acaso.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Mariana do Lucunga

(clicar na foto)

Na foto estou com a Mariana e sua irmã, habitantes do Lucunga, sobrinhas do guia Raul . A Mariana era uma rapariga muito alegre e divertida, conhecida do pessoal da Companhia.
Não faço ideia do que lhe terá acontecido após o nosso regresso e da guerra civil instalada na zona, volto a recorrer ao Pedro Gonga, pode ser que ele tenha alguma informação acerca do seu paradeiro.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Debandada dos comerciantes brancos de Mucaba

(clicar na foto)

DEBANDADA DOS COMERCIANTES BRANCOS DE MUCABA

Com a Independência em 1975 e com os movimentos (partidos) a não se entenderem, regressou o terror ao interior e a população de Mucaba também não escapou a esses momentos.
No dia 06 de Janeiro de 1976 ( Dia de Reis) cerca das 14H00 no Bar Kat Kero, encontravam-se nove Comerciantes (brancos) sentados numa mesa a tomar o seu café e a conversarem, e sem nada o prever, os mesmos foram metralhados indiscriminadamente, por jovens de raça negra, naturais da Mucaba, cujas Espingardas Automáticas eram nossas conhecidas (G - 3), nesse ataque faleceram no local cinco elementos, três ficaram feridos, um conseguiu fugir pelo telhado do Bar, (aqui inicia-se uma fuga espectacular) saltou para um quintal que existia na retaguarda, corre pelo campo de futebol, os mesmos já se encontravam a disparar contra ele da parte superior do campo, vai aos zig zags, consegue entrar pelo capim , felizmente a pontaria dos atiradores não era famosa, segundo a confissão do meu amigo Velissimo, ele só sentia o terror de ser atingido ou apanhado, gritando na sua correria pela protecção de Nossa Senhora de Fátima para que o salvá-se, sentindo este na sua pele as picadelas de areias, que eram projectadas pelo impacto das balas a baterem no chão e a fazerem ricochete.
Nesse mesmo dia foi a debandada, dos comerciantes da Vila de Mucaba, uns fugiram para o Bungo, sendo aí canalizados pelos Cubanos para Luanda, o Velissimo, fugiu só com a roupa que tinha vestido, assim como todo o seu agregado familiar para Kinshasa, levando a sua Esposa, Filhos e algumas mulheres Brancas de Mucaba, um negro que não quis ficar em Mucaba, passaram pela Damba, mas antes de chegarem a Kinshasa, dá-se um novo contratempo a Esposa do Velissimo dá à Luz uma Criança (Menino), a única roupa é a sua combinação que levava vestida, foi uma autentica tragédia.
Em virtude do Pessoal da Cart. 3452, conhecerem os comerciantes de Mucaba, eu vou descrever aqui os seus nomes:-
Mortos, António Costa, Armando Lopes, Henrique Pinho, José Vilar e Manuel Almeida,
Feridos, Domingos Brás, Eduardo Teixeira e Octávio Correia
Ileso (fugitivo), Velíssimo dos Santos Alpande
A narração desta "aventura" foi-me descrita pelo meu amigo Velíssimo .
Nota na foto.- Ao fundo vê-se a famosa Igreja de Mucaba, onde os Colonos em 1961 se barricaram, o Pessoal da Cart.está assistir a um jogo de futebol e do lado direito, que a fotografia não atinge era o Bar Kat Kero.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Vista geral do Lucunga

(clicar na foto)
Esta foto, tirada de avião, é uma vista geral do Lucunga, foi-nos enviada pelo nosso amigo da C.Caç. 106 Adelino Almeida, para ele vão os nossos agradecimentos pela colaboração.
Quem quiser conhecer melhor este nosso amigo, pode passar por este sítio;

http://www.adelinoalmeida.blogspot.com/

Apreciando a foto, podemos ver as casas ocupadas pela Companhia, a casa do Administrador (na altura o nosso amigo, Rui Natividade, já falecido), a escola, o campo de futebol, a pista, além das picadas para Cimacongo, Bembe, para a água e para o Coji.
A nossa passagem pelo Lucunga ficou bem assinalada na paisagem, foi construído pela Companhia uma obra de envergadura, o "depósito de água/torre de vigia", faço votos que o povo kimakuende, esteja a usufruir desse bem essencial, a água.

domingo, 16 de maio de 2010

ENCONTRO 2010-Comandante da CART 3451

(clicar na foto)
O Comandante da Companhia, Francisco Gil da Silva, esteve presente no ENCONTRO 2010, completamente restabelecido dos problemas de saúde que impediram a sua presença em Turquel.
Ao seu lado está o Mota, como pano de fundo, temos mais companheiros e o conjunto "Os Típicos" das Caldas da Rainha, que abrilhantou o evento, pena as condições acústicas não terem sido as melhores

sábado, 15 de maio de 2010

Sousa no avião do Aero Clube do Uíge

(clicar na foto)

Todas as 4ªs e sábados, o avião do Aero Clube do Uíge, ia à Companhia levar os frescos e o correio. Quando estávamos na Companhia, nos mesmos dias ao almoço, tomávamos o "Quinino", preventivo do paludismo.

No regresso do avião, o pessoal aproveitava a boleia, até Carmona. Na foto, o Sousa estava preparado para seguir viagem, apesar do seu ar sério, estava bem contente por deixar o Lucunga por uns dias.

Adorava estas viagens, eram vividas intensamente por mim, o piloto era amigo, fazia uns picanços sobre as manadas de burros de mato, pacaças, elefantes ou outros animais, era um espectáculo impressionante. Fazia também picanços sobre os bancos de areia do Rio Lucunga, era bonito ver os crocodilos a fugir e entrar na água. A viagem até Carmona era à vista, entre as serras da Mucaba e Uíge, a paisagem era magnífica.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Convívio da CART 3452 "OS FALCÕES"

ALMOÇO DE CONVÍVIO DA CART. 3452
" OS FALCÕES "

No dia 30 de Maio 2010

O local do encontro será em Carnaxide junto ao Cemitério, pelas 11H00 onde prestaremos homenagem ao nosso saudoso Capitão (Coronel) João António Duarte Figueira,depositando uma coroa de flores junto à sua sepultura.
Partiremos de seguida para o restaurante D. Nuno na Quinta do Canavial em Alenquer.
Agora atenção ao pessoal do norte.
Sairá um autocarro de Guimarães, com paragem em Braga, e no Porto se houver pessoal interessado em viajar de autocarro, para isso devem contactar o Fernandes para a zona do Porto.
Contacto para o almoço.... Mariano Telf. 219160611 e 933878311.
Para o pessoal do Minho... Azevedo Telf. 917116015
Para o pessoal de Braga... Pinto Telf. 966403279 e 253674413
Para o pessoal de Guimarães e Porto... Fernandes Telf. 966205816
Este ano esperamos ter no nosso convívio novos elementos , alguns pelo motivo de terem mudado de residência e só agora ser possível corrigir esse erro,
Para todos os " FALCÕES " aqui fica o nosso convite.

João Celestino

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Homenagem aos ex-combatentes

Em Santa Comba Dão é hoje inaugurado um monumento de homenagem aos ex-combatentes, esta obra é da responsabilidade da Câmara Municipal. Apraz-me registar que ainda há portugueses com memória, capazes de homenagear aqueles que se sacrificaram em prol de Portugal.
Pretendo estender a homenagem ao nosso bom companheiro Carlos da Fonseca Esteves, perdeu a vida no Lucunga, era natural de Rio da Loba, distrito de Viseu.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

O Fafe

(clicar na foto)

O Fafe, conhecido pelo nome da sua terra natal, nunca tinha aparecido nos nossos encontros, este ano, fizemos uma pesquisa mais profunda, conseguimos a sua localização, no Barreiro.

Este Falcão voou para sul, gostámos de o rever com toda a pujança.

terça-feira, 11 de maio de 2010

"Pôr do sol no Lucunga"

( (clicar na foto)

O "Pôr do sol no Lucunga" era bonito, pena a foto não ser a cores mas, na época era assim, preto e branco.

O blogue tem sido um sucesso, fico contente, temos visitas de todo lado, de Portugal e de todos os continentes, "OS FALCÕES" usaram as suas asas, voaram longe.

Gostava que houvesse mais participação, comentários, fotos, críticas, enfim... gostava de tornar o blogue mais vivo e participativo.

Fico na expectativa da colaboração de todos...não esquecer, "OS FALCÕES", são bravos e sempre leais.

"OS FALCÕES" CART 3452

(clicar na foto)

" OS FALCÕES " CART. 3452

Todos nós cumprimos integralmente a missão que nos foi confiada, de termos defendido a SOBERANIA PORTUGUESA (quer queiram quer não) mais concretamente na Vila de Mucaba Angola, uns com mais, outros com menos risco de vida.

Com toda a nossa competência e querer, demos prestigio à Companhia 3452, mas pretendia realçar o excelente trabalho e o mais visível perante a população do pessoal do Posto Médico da CART. Drs. Sá Carvalho, Jorge Reis, Furriel Maia e o 1º Cabo Crespo, que durante esta Comissão de Serviço, tanto no tratamento de Militares como nos casos de Civis, em que foram uma mais-valia para o bom relacionamento da nossa CART. com toda a População branca e negra, pela disponibilidade que sempre demonstraram ao longo desse tempo, no tratamento de dezenas de pessoas que diariamente se deslocavam ao Posto Medico da Companhia.

Realço ainda o trabalho árduo deles em virtude de deixarem de contar com 3 dos 4 Enfermeiros, que de inicio a Companhia dispunha, sacrificando assim muitas vezes o seu tempo de lazer, para o bem do seu semelhante.

O Crespo era o Enfermeiro que se encontrava naquela operação, onde o malogrado Alferes Milheiro morreu, ele com toda a sua personalidade, saber, querer e abnegação, tentou por todos os meios salvá-lo, não foi possível devido às más condições atmosféricas que em nada ajudaram e sei que passou todo o tempo junto ao referido Alferes, ainda com aquela noite pavorosa pela frente, alguns Camaradas de Armas do 1º e 3º Grupos de Combate, escorregaram por uma ribanceira cheia de lama e só de manhã é que conseguiram juntar-se ao resto do Pessoal, dormindo se dormiram, toda a noite atolados em lama e cheios de frio.

Todos estes Camaradas de Armas sem excepção, que se encontravam nessa operação, são e serão sempre lembrados como os heróis DA CART. 3452 "OS FALCÔES " .

João Celestino

O "guia" Raul

(clicar na foto)
O Raul sacode as terríveis formigas, dão autênticos choques eléctricos, era o "guia" da Companhia, nas operações ajudava a encontrar os melhores caminhos, avisava dos perigos, era importante para o cumprimento da missão.

Se bem me recordo, tínhamos ido à caça, actividade que praticava poucas vezes, os perigos eram muitos, melhor prevenir que remediar, na foto, da esquerda para a direita, temos o Soares, o "guia" Raul, o Cipriano, Luís Cabral e o Coelho.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Vera Cruz-Viagem

(clicar na foto)
Foto tirada durante a viagem para Angola, da esquerda para a direita temos o Ferreira, o Russo e eu próprio.

Nesta altura, já devíamos saber qual o nosso destino final, o Lucunga, estávamos apreensivos, o sítio revelava-se perigoso, devido à emboscada, na picada Bembe-Lucunga.

O relato da emboscada vinha na revista "Paris-Math" que circulava no navio.


Os camaradas ou companheiros, para não ferir susceptibilidades, da foto, não estiveram presentes no ENCONTRO 2010. O Ferreira consegui localizá-lo mas, nem respondeu ao convite, o Russo, telefonou dizendo que não podia estar presente.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Macaco - Mucaba

(clicar na foto)
MACACO REGRESSA AO SEU HABITAT NATURAL.

Ofereceram um macaco ao Alferes Pereira, fizeram-lhe uma casota e instalaram-no junto à Messe de Oficiais e o posto de Sentinela, este seria o mais prejudicado em casos de maus cheiros provocados pelo macaco, ao ver aquela situação pensei de imediato ( os teus dias estão contados neste local ) ir ao Posto Médico e falar com o Dr. dizendo-lhe que precisava de um laxante, ele na sua boa fé diz-me, tenho aqui um tipo de pastilhas de chocolate que é uma maravilha para o efeito, (era o que eu queria ouvir) uma é o suficiente mas leva duas se precisar, dirijo-me junto ao Sentinela e e sem ele se aperceber mando uma pastilha ao macaco, comeu-a e ficou a olhar para mim como se estivesse a pedir mais, quando tive a oportunidade dei-lhe a segunda, passado pouco tempo o laxante começa a fazer efeito, ( se uma pastilha era o suficiente para fazer efeito a um ser humano, qual seria duas pastilhas para um macaco ) entretanto chega ao local a Esposa do nosso CMDT. que era uma Senhora que adorava animais assim como os seus filhos, ao ver o macaco assim, diz-me Celestino o macaco está doente não se importa de ir chamar o Dr., assim o fiz, dirigi-me ao Posto Médico e transmiti o recado ao Dr. e ele fez-me a seguinte pergunta , sabe para o que é ?, eu creio que é por causa do macaco que está doente ? o Dr. que era uma pessoa extremamente calma responde-me Bolas eu sou Médico e não Veterinário, mas com a sua calma lá se dirigiu à Messe e ambos concordaram que o macaco estava doente, no dia seguinte o Dr. perguntou-me se as pastilhas me tinham feito bem ? , respondi-lhe que me fizeram um efeito espectacular, passado pouco tempo o macaco mudou de poiso, e posteriormente, foi viver para o seu HABITAT NATURAL, tive que contribuir para a sua liberdade e o bem estar do Sentinela.

Nota:-a) Este é o Monumento de Homenagem aos MORTOS EM MUCABA, construído pela Companhia que fomos render.
b) Fazendo zoom, entre mim e o monumento vêem-se duas cadeiras, uma está à sombra dentro do Quartel, vendo-se um cão junto a ela, mais à esq. fora do Quartel ao Sol vê-se o Sentinela sentado a espreitar.
c ) Na retaguarda do Sentinela, estava instalada a residência do macaco e a cerca de 5m a Messe de Oficiais.
d) Normalmente havia sempre cães junto aos Sentinelas de dia ou de noite.

Para todos " OS FALCÕES UM ABRAÇO "

João Celestino

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Encontro 2010 - Leiria

(clicar na foto)
Mais uma foto do ENCONTRO 2010, em primeiro plano, temos o anfitrião Sousa com a sua arte de bem receber.
Em frente na mesa, podemos ver o Mota e o Guerra, ao fundo o nosso grande amigo Lima da 3450 de Chimacongo.

sábado, 1 de maio de 2010

A fruta do Lucunga


(clicar na foto)
Num post anterior com foto do Sousa, mostrei a famosa fruta do Lucunga, o mamão.
Agora, podemos apreciar outros exemplares, a minha foto, foi tirada no varandim do "PRÁKISTÃO", do lado de fora estava um belíssimo mamoeiro, os seus frutos eram óptimos, suculentos e saborosos.