quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Uíge, hoje-5

Outra foto do Beka, com a princesa ao colo, junto do restaurante, na frente do hotel Apolo, na cidade do Uíge.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

A verdadeira ave de rapina - O FALCÃO

Num sítio de FALCÕES, não pode faltar a verdadeira ave de rapina que, deu o nome ao BART 3860 e à CART 3451.
Esta foto foi desviada do blogue do meu amigo Alfredo Moreirinhas.

domingo, 25 de novembro de 2012

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Uíge, hoje-3



As mulheres do Beka passeando no Uíge. Atrás delas, ficava o restaurante onde costumávamos comer, na frente do Hotel Apolo.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Uíge, hoje-2

O nosso companheiro Beka, passeando nas ruas do Uíge levando a princesa ao colo...há 40 anos todos nós andávamos por ali...como o tempo voa.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Uíge, hoje-1


Quem não se lembra do Hotel Apolo, na época um bom hotel, agora, o aspecto não é o melhor mas, ainda lá está.

sábado, 17 de novembro de 2012

O baú do Fafe-4

Para mais tarde recordar, foi elaborado um livro do Batalhão (BART 3860). Nesse livro conta-se a história do Batalhão desde Vila Nova de Gaia (RAP 2) até ao fim da comissão. O BART 3860 era constituido pelas Companhias, CCS (Damba), CART 3450 (Chimacongo/Pete Cusso), CART 3451 (Lucunga/Lembôa), CART 3452 (Mucaba). Os factos mais importantes que ocorreram, os nomes e origem de todo o pessoal, é mencionado no livro, os "FALCÕES" fizeram história, nas terras do café, no Uíge.

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

O baú do Fafe-3

Mais uma relíquia do baú do Fafe, o seu cartão de vacinação. Muitas vacinas foram tomadas pelo pessoal da Companhia, de entre elas, recordo-me, da vacina contra a doença do sono. No Grafanil, todo o pessoal deitado, de rabo para o ar, 1º desinfetaram, 2º espetaram a agulha, 3º com uma seringa enorme, foram dando a dose um a um, 4º retiraram as agulhas, 5º voltaram a desinfetar. Após a vacinação, ficámos 30 minutos de rabo para o ar, deitados no chão, coisa de loucos... muito sofreram os militares portugueses...para nada.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

O baú do Fafe-2

Louvor do Fafe
No fundo do baú, o Fafe encontrou o seu louvor. Os militares cumpridores e aprumados eram distinguidos depois de cumprirem a sua missão.

domingo, 11 de novembro de 2012

O baú do Fafe-1

O tabaco mais fumado em Angola na época, o preferido do Fafe. O serviço militar era uma escola de vícios, aprendia-se a fumar, a beber, a jogar...enfim, nada de bom.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

No Vera Cruz

 
No Vera Cruz, com o Reis Pinto. No lado direito da foto, andando e fumando, podemos ver o Lopes, um companheiro alentejano de Évora que, se viria a revelar durante a comissão, um exímio jogador de póker. Este companheiro, nunca mais apareceu, foi impossível a sua localização, para o mobilizar para os nossos ENCONTROS anuais. Gostávamos de rever o Lopes, ficamos na expectativa de notícias suas .