sábado, 7 de agosto de 2010

Últimas do Lucunga

Administrador preocupado com insuficiência de infra-estruturas sociais na comuna

http://www.portalangop.co.ao – Uíge, Bembe - O administrador da comuna de Lucunga, município do Bembe, província do Uíge, Kiangani André Miguel, manifestou, naquela localidade, a sua preocupação sobre a insuficiência de infra-estruturas sociais na comuna, no quadro do melhoramento das condições de vida da população. Falando aos jornalistas à margem da visita de constatação do assessor do Vice-presidente da Republica na localidade, Raul Lima, o responsável disse que, de acordo com a extensão geográfica e densidade populacional, a comuna carece de novas salas de aula, centros e postos médicos nas regedorias, professores e técnicos de saúde que visam colmatar as várias dificuldades que a população enfrenta. "Já existem na sede da comuna seis salas de aula e um posto médico, mas para melhor corresponder a demanda dos alunos que necessitam estudar e o atendimento adequado da população no sector da Saúde há toda necessidade do aumento de mais 24 novas salas de aula e um centro médico", explicou. Kiangani André realçou que no presente ano foram matriculados quatro mil alunos da 1ª à 9ª classe a cargo de 51 professores distribuídos nas diferentes regedorias e aldeias da comuna. Apontou a malária, as doenças diarreicas e respiratórias agudas, infecções da pele, entre outras, como patologias mais frequentes na região. A comuna de Lucunga, situada a 44 quilómetros a nordeste do município do Bembe, é composta por sete regedorias, 51 aldeias e uma população estimada em 18.578 habitantes, maioritariamente agricultores.

Sem comentários:

Enviar um comentário