quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Lucunga - Wando Nsundi

19-09-2011
Autoridades tradicionais pedem reabilitação do troço Lucunga - Wando Nsundi
Bembe - As autoridades tradicionais, religiosas e a população das regedorias de Wando Nsundi e Nzadi, 100 quilómetros a Nordeste da sede do município do Bembe, província do Uíge, solicitaram a reabilitação urgente do troço que liga a comuna de Lucunga a Wando Nsundi, Nzadi a Wando Mucaba, para facilitar a circulação de pessoas e bens.
Em declarações hoje à Angop, o regedor de Wando Nsundi, António Zalua Afonso, disse que a não reabilitação da estrada tem criado grandes dificuldades na vida das população daquela regedoria e ao desenvolvimento da região.
Disse que o troço entre as comunas de Lucunga e Wando Mucaba, passando pelas localidades de Wando Nsundi e Nzadi, município do Bembe, tem cerca de 65 quilómetros totalmente degradados, incluindo as pontes e pontecos ao longo da mesma via.
“O desenvolvimento de qualquer região passa necessariamente pela requalificação das vias de acesso”, disse o regedor.
Acrescentou que os camponeses da sua regedoria têm vindo a produzir quantidades de diversos produtos agrícolas que, na maioria, acabam por deteriorar-se, devido à falta de mercados e meios de transportes para o seu escoamento”.
“Solicitamos a intervenção urgente da administração local, para o melhoramento das condições de vida da população. Os habitantes são na maioria agricultores que produzem diversidade de produtos alimentares que podem contribuir no equilíbrio da dieta alimentar das famílias e no desenvolvimento sustentável da região”, referiu.
Lamentou a falta de postos e centros de saúde na localidade, como uma das dificuldades com que vive a população, uma vez que os doentes em estado grave são transportados de tipóia para os municípios de Mucaba e Songo ou até à comuna de Lucunga.
Ali, explicou, carece de centros de saúde, facto que tem provocado a morte de muitos deles pelo caminho, tendo em conta a distância que separa a localidade dos centros de outras localidades.
“Para evitar-se várias mortalidades que se tem verificado na população das diversas localidades das duas regedorias, pedimos com a máxima urgência a intervenção do governo local na construção de postos e centros médicos com qualidade, requalificação da estrada e de outros serviços que possam melhorar as condições da vida da população na região”, referiu o regedor.
As regedorias de Wando Nsundi e Nzadi, afectas à comuna de Lucunga, município do Bembe, província do Uíge, foram fundadas pelos reis Massocolo e Roca em 1909. Estão compostas por cerca de 18 aldeias, com mais de seis mil habitantes, na maioria agricultores.
A dança dibondo, batuque e cânticos tradicionais são os rituais mais predominantes na região de Wando Nsundi e Nzadi, que distam cerca de 100 quilómetros a Nordeste da sede do Bembe.

Sem comentários:

Enviar um comentário