segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Malária no Lucunga

Registados milhares de casos de malária
Valter Gomes Bembe - 29 de Julho, 2011
A unidade sanitária do Bembe registou muitos casos de malária no primeiro semestre
Fotografia: Filipe Botelho Bembe

Os serviços municipais de saúde do Bembe registaram, este ano, até Junho, 3.741 casos de malária, revelou, ontem, ao Jornal de Angola, a responsável da repartição local do sector. Adelaide Miguel referiu que, apesar do número excessivo de casos registados, apenas uma pessoa morreu devido à doença por chegado tarde à unidade sanitária e que a auto medicação pode provocarmuitos óbitos.


As comunas do Lucunga e Quimaria, além das localidades de Quiloge, Goule, Vale do Loge e os arredores da sede do município, foram as áreas mais afectadas. No Bembe decorrem campanhas de sensibilização sobre medidas de prevenção e de higiene e estão a ser distribuídos mosquiteiros tratados com insecticidas.


Acção de formação


Técnicos de saúde do Bembe participaram, nos dias 25 e 26, numa acção de formação sobre o tratamento da malária, promovido pela repartição municipal do sector.
A acção formativa, orientada pelo coordenador do Programa de Combate à Malária, afecto à Organização Não-Governamental World Vision, Florentino Luís, teve o objectivo de preparar técnicos de saúde em matérias ligadas ao tratamento da doença nas comunidades.“O tratamento da malária grave”, “prevenção da malária em mulheres grávidas”, “o uso correcto dos anti palúdicos”, “como calcular a dosagem do anti palúdico tendo em conta o peso e a idade do paciente” e “tratamento simples” foram tópicos dos temas tratados na referida formação. Adelaide Miguel, chefe da repartição municipal da saúde, pediu aos participantes, no acto de encerramento, que ponham em prática os conhecimentos adquiridos para contribuírem para a redução dos casos de malária na região.


Sem comentários:

Enviar um comentário