domingo, 20 de fevereiro de 2011

Campo militar do Grafanil

Quando as companhias militares chegavam a Angola e quando se preparavam para regressar instalavam-se no Grafanil. Era um campo militar enorme, com casernas de prateleiras de cimento que serviam de camas com um cobertor, situação incrível...o que os militares portugueses sofreram.
Foi neste campo militar que recebemos e entregámos o armamento que nos acompanhou durante a comissão. Também foi aqui que aconteceu um episódio burlesco com o Brás, mais tarde contarei.

Deste campo militar tenho na retina a vacinação contra a doença do sono, a Companhia deitou-se no chão de rabo para o ar, calças para baixo. Primeiro, um enfermeiro desinfectou as nádegas outro espetou as agulhas quando todas estavam espetadas, veio um com uma seringa enorme, de forma doseada, deu a vacina. Depois de retiradas as agulhas ficámos 30 minutos deitados de rabo para o ar, coisa de loucos...

Sem comentários:

Enviar um comentário