terça-feira, 29 de junho de 2010

O Sousa das transmissões


(clicar na foto)

As transmissões, na guerra são fundamentais assim, hora a hora, na Companhia, o pessoal de serviço tinha de estabelecer ligação com o Batalhão, na Damba. Quando havia pessoal fora, na mata, a escuta era permanente. Os rádios eram fracos, as comunicações deficientes mas, lá nos íamos desenrascando.
Agora, as comunicações são fáceis, os telefones satélite permitem falar de e para qualquer sítio...grande revolução.
Na foto, o Sousa, muito compenetrado na sua actividade de transmitir, na época havia sentido de responsabilidade e de missão.

Sem comentários:

Enviar um comentário