sábado, 2 de julho de 2011

População do Bembe comemora fundação.



Ângulo da sede do município que assinalou mais um aniversário.

População do Bembe comemora fundação
Valter Gomes Bembe - Hoje
Fotografia: Manuel Distinto -->
A população do Bembe, que dista cerca de 135 quilómetros da cidade do Uíge, festejou no dia 27 de Junho o 98º aniversário da vila.Várias actividades foram realizadas no decorrer das festas do Bembe, como campanhas de limpeza, visitas aos locais históricos do município, palestras sobre a fundação da vila, inaugurações de infra-estruturas sanitárias, partidas de futebol e uma excursão ao rio Lucunga. O administrador municipal, José Bunga, afirmou que a segunda edição das festas da vila do Bembe promoveu os valores morais, culturais e éticos a juventude. Fundada a 27 de Junho de 1913, a vila possui uma extensão territorial de cerca de 5.350 quilómetros quadrados, distribuídos em duas comunas, 19 regedorias e 118 aldeias. Tem uma população estimada em cerca de 41 mil habitantes, maioritariamente camponeses.Bembe produz essencialmente mandioca, ginguba, banana, batata-doce e rena, milho, feijão, cana-de-açúcar, laranjas, tangerinas, abacaxi e horticulturas.

Hospital equipado
O hospital municipal do Bembe recebeu uma viatura 4X4 e cinco motorizadas, no âmbito do programa da administração municipal que visa o melhoramento da qualidade dos serviços de saúde na região. As motorizadas foram distribuídas aos centros de saúde das localidades de Quimaria, Lucunga, Vale do Loge, Nsangui e Goule. O administrador José Bunga assegurou que o Executivo está apostado no melhoramento das condições do sector de saúde, dotando-o de meios de transportes, equipamentos técnicos, enfermeiros e médicos.“Para além de construirmos infra-estruturas sanitárias nas diversas localidades, há toda a necessidade de equiparmos o sector com meios de transportes e técnicos qualificados, capazes de oferecerem uma melhor prestação de serviços de saúde à população local”, frisou o responsável.O município possui 14 unidades sanitárias, entre postos e centros de saúde, distribuídos pelas diversas localidades, que são asseguradas por um total de 37 enfermeiros e um médico especializado em clínica geral. A chefe da repartição municipal de saúde, Adelaide Miguel, referiu que a falta de meios de transporte para apoiar o sector provocava sérios transtornos à prestação de serviços sanitários na região, uma vez que muitos técnicos percorriam entre 60 a 70 quilómetros a pé para atenderem os doentes que se encontram muito distantes da vila.

Disponibilizado crédito agrícola
O vice-governador para o sector económico do Uíge, Manuel Victor, anunciou que, numa primeira fase, o executivo local vai disponibilizar crédito agrícola para todas as famílias agrupadas em associações de camponeses, cooperativas agrícolas e em pequenas empresas.O governante sustentou que a criação de associações camponesas e pequenas empresas pecuárias e o aumento da produção agrícola são mecanismos que podem garantir o progresso sustentável da região.

Sem comentários:

Enviar um comentário